Categorias
autocuidado cuidadores familiares cuidadores profissionais

Hoje senti…

Fotografia por Glen Hodson no Unsplash

Hoje senti tristeza, uma tristeza e angústia profundas ao pensar em algumas pessoas mais velhas que eu conheço e em como se sentem sós…

Não gosto de pensar que estão sós e de algum modo abandonadas… Preocupo-me sobre como se sentirão, e imagino que um dia posso ser eu e como será triste, sentir-me assim…

Penso então nas pessoas mais velhas que não conheço, e que estão em suas casas, que vivem sozinhas, que são viúvas e não têm filhos, pessoas que já perderam a maioria dos amigos, porque já morreram. Como se sentirão estas pessoas, fechadas nas suas casas…?

Que posso eu fazer? Telefonar aos “meus” pois apesar de parecer pouco já é muito e quem recebe uma chamada gosta de saber e quando desliga o telefone sorri e pensa “afinal ela lembrou-se de mim…”

11/02/2021, Filipa Pico

Partilhar em...

Por Filipa Pico

Fundadora da Lulu e os Maiores porque tive uma parte do papel de cuidar da Lulu…
Dementia Practice Development Coach, certificada pela University of Worcester – Professional Development: Expert Practice in Delivering Person-Centred Dementia Care PG Award. Com pós-graduação em “Gestão de equipamentos e serviços destinados a pessoas idosas” (ESSCVP).
Formadora de cuidadores profissionais e familiares de pessoas mais velhas (certificada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional – IEFP).
Ler mais em https://lulueosmaiores.com/equipa/