Categorias
cuidadores profissionais demência formação

Qual é a importância de trabalhar bem com as famílias?

Diagnóstico de demência. E agora?

Um diagnóstico de demência pode trazer mais desafios às relações e à família. É fundamental conhecer as relações importantes na vida da pessoa que vive com demência para apoiar essas relações.

A família da pessoa que vive com demência…

Será que é importante trabalhar bem com as famílias das pessoas que vivem com demência na minha instituição? Sim, é, e para isso é importante relembrar que as famílias:

  • são todas diferentes/únicas;
  • fonte de apoio nas nossas vidas e
  • por vezes também complicadas e desafiadoras.

E será que há pequenas mudanças que posso implementar na minha instituição e que podem fazer a diferença no bem estar das pessoas que vivem com demência?

Papel da família – Fonte de informação e apoio

A família fornece-nos informações relevantes, por vezes cruciais, para nos ajudar a compreender:

  • o comportamento de uma pessoa com demência e a encontrar uma forma de responder adequadamente;
  • a história de vida, contribuindo para o desenvolvimento e envolvimento em atividades significativas para as Pessoas que vivem com demência.

Como melhorar os cuidados às pessoas que vivem com demência?

  • Analisar a forma como as famílias são apoiadas na minha instituição?
  • Como trabalhar através de potenciais dificuldades e conflitos?

Reconhecer a importância de trabalhar bem com as famílias é um dos objetivos de aprendizagem da “Formação e apoio especializados em demência” que temos vindo a desenvolver com a União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Santarém (UDIPSSS).

Este programa foi originalmente desenvolvido por investigadores da Universidade de Worcester (relatório completo aqui) e está a ser desenvolvido por nós, em Portugal.

O programa

Este programa é desenvolvido por Filipa Pico, no contexto do programa “Professional Development: Expert Practice in Delivering Person-Centred Dementia Care”, na Universidade de Worcester. E consiste em duas fases:

  • Formação – Teórica e teórico-prática (individual/grupo), reflexão e trabalho entre sessões;
  • Sessões de Apoio – Práticas, reflexão e em grupo.

Mais artigos sobre os temas…

Partilhar em...

Por Filipa Pico

Fundadora da Lulu e os Maiores porque tive uma parte do papel de cuidar da Lulu…
Dementia Practice Development Coach, certificada pela University of Worcester – Professional Development: Expert Practice in Delivering Person-Centred Dementia Care PG Award. Com pós-graduação em “Gestão de equipamentos e serviços destinados a pessoas idosas” (ESSCVP).
Formadora de cuidadores profissionais e familiares de pessoas mais velhas (certificada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional – IEFP).
Ler mais em https://lulueosmaiores.com/equipa/