Formação para equipas

Formação para equipas de Cuidadoras Profissionais – Ajudantes de ação direta – que trabalham em instituições ou no domicílio.

Melhorar o bem estar das Pessoas mais velhas, e também das suas Cuidadoras, através de formação e acompanhamento orientados para a qualidade da relação de cuidados.

A formação é dada em grupo e tem uma base teórica, acompanhada de exercícios práticos, tanto de (auto)reflexão como de autocuidado.

A nossa formação pode ser realizada presencialmente ou em formato online. Contacte-nos para mais informações.

Testemunhos

Alguns testemunhos das Cuidadoras profissionais e Equipas que já fizeram a nossa formação.

Temas

Descrição dos temas abordados nos diferentes módulos da formação.

A Cuidadora e cuidar

Definir o que é cuidar e o que é uma Cuidadora (familiar ou profissional, consoante o caso). Analisar como sou como Cuidadora e observar como atuo na relação de cuidados. Identificar as minhas necessidades psicológicas enquanto cuidadora. Refletir sobre a importância do relaxamento e autocuidado e aprender algumas técnicas e exercícios que poderei utilizar.

A Pessoa mais velha de que cuido

Definir o que é “ser velho” e identificar o que muda ou pode mudar com o envelhecimento. Refletir sobre os aspetos negativos e positivos de envelhecer e sobre como é envelhecer para a(s) Pessoa(s) de quem cuido. Definir (ou relembrar) os conceitos de: atividades de vida diária, autonomia, independência e funcionalidade. Desenvolver alguns exercícios práticos de autocuidado e relaxamento para mim que cuido.

Humanização dos Cuidados

Descrever os instrumentos chave da humanização dos cuidados e os seus benefícios na relação de cuidados. Identificar as situações concretas onde podem ser empregues e exercitar a sua aplicação. Desenvolver alguns exercícios práticos de autocuidado e relaxamento para mim que cuido.

Comunicação e trabalho em equipa

Analisar os vários tipos de comunicação e a sua influência na relação de cuidados (e no trabalho em equipa quando se aplicar). Realizar um teste individual para determinação do estilo predominante de comunicação. Desenvolver e praticar exercícios de utilização de uma comunicação assertiva, adequando-os à resolução de conflitos. Desenvolver exercícios práticos de autocuidado e relaxamento para mim que cuido.

Demência e alterações de comportamento

Definir demência, as suas implicações impacto e evolução até ao fim de vida. Analisar e discutir situações do dia-a-dia e procurar formas de adequar os cuidados, realizando algumas dinâmicas de interação. Desenvolver alguns exercícios práticos de autocuidado e relaxamento para mim que cuido.